Casa Tua: novo italiano na Barra traz de volta ao salão o maître Alves, em grande estilo

O carpaccio de atum – Foto de Bruno Agostini®
O  Casa Tua Cucina (@casatuabrasil) abriu há pouco menos de um mês, com grande expectativa. E entrega o que promete: uma cozinha italiana de alto padrão, num lugar elegante e com serviço de alta classe.
No jantar de dez dias atrás, com vinhos (super) toscanos da Biondi-Santi, capítulo à parte, o menu irretocável capitaneado pelo mestre Atagerdes Alves (@alves_atagerdes) serviu perfeitamente para enaltecer a bebida.
E mostrou que a casa vem para ocupar um lugar de destaque na gastronomia do Rio. (Como é bom vê-lo em ação novamente, bailando pelo salão com sua simpatia e gentileza, e a máxima destreza na hospitalidade).
Tancredi falou das virtudes de seu clone de Sangiovese e do terroir da Toscana – Foto de Bruno Agostini®
Tudo isso, na ilustre companhia de ninguém menos que Tancredi Biondi-Santi, (@tancredibiondisanti) – a meu lado, contando a história de sua família, seu clone exclusivo e registrado de Sangiovese e os detalhes de cada garrafa, cada safra, cada corte, e as especificidades do seu privilegiado território, montanhoso, pedregoso e com nítida influência marinha, da Costa italiana da Toscana.
O salão estava lotado, como tem andado todas as noites, mesmo sendo grande – Foto de Bruno Agostini®
O mediterrâneo rosé deu amparo ideal para o grosso carpaccio de atum, servido em forma de flor, regado com azeite e limão siciliano, com toque de flor de sal, e pimenta – a pedidos.
Agnolotti de porco, abrindo passagem para os grandiosos tintos toscanos – Foto de Bruno Agostini®
Mas foi na hora dos tintos que se fez a magia. O agnolotti de porco com mostarda de Cremona foi bem com o rosé, mais até do que com a dupla formada pelo grandioso Morellino di Scansano 2017, o melhor entre todos dessa denominação, e o sempre cobiçado Sassoalloro 2018. Mas são vinhos gastronômicos, e os três foram bem com a comida. Porém, o rosé trouxe leveza e frescor ao prato.
Risoto: “coe secoe alla veneziana”: perfeito com o Morellino – Foto de Bruno Agostini®
A dupla de tintos acompanhou com firmeza o risoto “coe secoe alla veneziana”, de carne em longo cozimento, prato que não conhecia e hoje já louvo como divindade. Espetacular, e com os vinhos arredondando tudo, foi um acontecimento. Ficou excelente sobretudo com o Morellino, mostrando que essa denominação não se faz só com vinhos leves e sem grandes pretensões, que são ótima companhia para pizzas.
Um trio de vinhos gastronômicos – Foto de Bruno Agostini®
Daí, dois monumentos da delicadeza enológica italiana: o Schidione 2011, supertoscano que faz jus ao sufixo, e o Sasdoalloro Oro 2019, que honra o sobrenome da família assim como o metal precioso que o batiza. Para eles, não poderia haver nada mais adequado que o macio lombo de cordeiro em crosta de cogumelos, ao molho de vinho tinto, com batatinhas ao forno. Pureza e simplicidade, nobreza e sagacidade, no copo e no garfo, um triângulo amoroso entre dois vinhaços e um prato.
Como no Gero: mil folhas sempre impecável – Foto de Bruno Agostini®
Não poderia faltar uma millefoglie clássica. Fez lembrar o Gero dos bons tempos, na Aníbal.
Muito bem-vinda, Casa Tua: e vida longa!
Um brinde ao novo Casa Tua e à volta do mestre Alves ao salão – Foto de Bruno Agostini®
Encerrei como se deve ali: com um Negroni perfeito no bar.
Um brinde ao novo Casa Tua e à volta do mestre Alves ao salão!
Já quero voltar!
Em alguns dias abre a Forneria, ao lado – Foto de Bruno Agostini®

SERVIÇO

Av. Érico Veríssimo 190, Barra. Tel.: 3030-0010. Instagram: @casatuabrasil. https://casatua.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.