Disney Para Maiores: The Brown Derby, o melhor restaurante de Hollywood Studios

A gastronomia é cada vez mais valorizada pelos parques – Foto de divulgação

Nos últimos 15 anos estive mais de dez vezes em Orlando. Sempre a trabalho, mesmo quando fui de férias, com a filha. Porque a missão sempre foi, entre uma atração e outra, tentar visitar o máximo dos bons restaurantes dos parques: seus clássicos, suas novidades. Até que, há dois anos, achei que seria interessante fazer um guia com dicas gastronômicas da cidade – ainda existe o mito de que se come mal nos EUA, como um todo, e nos parques, em especial (discordo muito e quero mostrar o contrário: é possível, sim, comer e beber muito bem por lá). A ideia do guia é uma publicação de bolso, pequena e direta, com desdobramentos digitais. Estava negociando com uma editora e por conta disso parei as postagens, para não esgotar todas as pautas, dicas e fotos. Só que acabaram desistindo, e se sair mesmo do papel – e no papel ou versão digital – esse será um projeto independente, como outros que estou gestando (adoro guias, e estou escrevendo um sobre restaurantes do Rio, por exemplo; programando outro sobre Lima, no Peru; e com vontade de fazer um terceiro, com uma seleção de vinhos disponíveis no mercado brasileiro). O problema é o investimento inicial, para pagar edição, revisão, design e a primeira impressão…

Fato é que além de estarmos finalmente conseguindo tocar o site Menu Agostini, vamos reativar também a coluna Disney Para Maiores, porque ainda tem muita história boa para contar aos que gostam de boa mesa e estão planejando uma viagem para lá.

O Lombard’s Seafood Grille: melhor da Universal – Foto de Bruno Agostini

Cada um dos parques de Orlando e arredores têm pelo menos um restaurante de nível, onde geralmente é necessário reserva – muitas vezes com boa antecedência, caso do Be Our Guest, no Magic Kingdom; o Lombard’s Seafood Grille, na Universal e Brown Derby, em  Hollywood Studios.

Ponto de encontro de artistas de Hollywood, este último fez história na Califórnia, até fechar as portas nos anos 1980. Na verdade era uma rede de restaurantes em Los Angeles, fundada por um sujeito chamado Robert H. Cobb.

A Cobb Salad combina folhas verdes, peito de peru, bacon, ovo, tomate, pedaços de blue cheese, abacate, cebolinha francesa, e o molho Cobb – Foto de Bruno Agostini

É ele quem batiza um dos pratos mais icônicos da casa, uma salada que cai como uma luva nas tardes quentes do verão da Flórida. A Cobb Salad combina folhas verdes, peito de peru, bacon, ovo, tomate, pedaços de blue cheese, abacate, cebolinha francesa, e o molho Cobb. Dá para pedir para acrescentarem camarões.

Não poderia faltar um belo burger, no caso feito com carne de wagyu: a montagem leva ain da queijo gruyère, pastrami, tomate, abacate, cebola roxa, ovo frito, brioche tostado, molho aioli de mostarda e conhaque, e é servida com batata frita rústica.

O salão reproduz o original, na Califórnia – Foto de Bruno Agostini

Há vários pratos que eram servidos no antigo Brown Derby, cuja decoração com muitas fotos de famosos reproduz o endereço original californiano. Tem até coquetel de camarão, que divide a lista de entradas com uma combinação entre vieiras e pancetta, além de sopa de abóbora ao curry, com chutney de maçã e azeite com colorau.

Entre os pratos principais, chamam a atenção o “camarão e grits”, com o crustáceo preparado em crosta de linguiça andouille, canjica de milho com queijo cotswald, cebolinha e cebola, molho cremoso de pimenta-poblano e azeite com pimenta-espelette.

Para encerrar, chessecake de espreso e bolo-mousse de chocolate.  E, para beber, há cervejas e bons vinhos da Califórnia.

SERVIÇO
The Hollywood Brown Derby:  site (em português).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *