Cozinha em Revista: Burrata Empório & Bistrô, em Teresópolis, apresenta cardápio italiano no melhor estilo bom, bonito e barato

Arrisco dizer que o nome Fasano é o mais importante da gastronomia brasileira, ao lado dos Troisgros. Arrisco é modo de dizer, porque penso que esta é uma afirmativa que podemos fazer sem risco de estarmos errados.

Ravióli de pato com laranja: porque clássico é clásscico – Foto de Bruno Agostini

Os restaurantes da grife são portos seguros para se comer bem, com afinação ótima entre cozinha, serviço e ambiente. Como bom clã italiano, os Fasano são especialistas em massas, com inspiração mais ao Norte, origem da famiglia. Desse modo, alguns dos pratos de que mais gosto dois deles são massas servidas no Fasano e no Gero: o tortelli de vitelo com fondue de parmesão e o molho do próprio cozimento, que também pode ser servido em outra versão, com cordeiro e trufas negras no recheio; e o ravióli de pato com molho de laranja.

Pois a tradição gastronômica do grupo causou um fenômeno que eu acho muito bom. Tanto no Rio quanto em São Paulo não faltam restaurantes fundados por ex-funcionários da casa, que seguem um estilo bem parecido. São casos de sucesso, como os endereços da dupla Dionísio Chaves e Nicola Giorgio, no Rio; ou de Juscelino Pereira, do Piselli, e vários outros, em São Paulo. Isso para não alongarmos muito essa lista.

E, se as massas preparadas na cozinha do Gero e do Fasano são ótimas, isso em boa parte se deve ao fato de serem abertas e recheadas na hora do pedido, e cozidas al dente, como manda a regra.

O salão do restaurante – Foto de Bruno Agostini

Seguindo essa premissa fundamental, e com a bagagem de quem trabalhou por oito anos no grupo Fasano, Renato Beckman inaugurou ano passado, em Teresópolis, o restaurante Burrata Empório & Bistrô, no bairro do Alto. Excelente novidade, com cardápio enxuto e certeiro, e preços moderados, nem muito caro, nem muito barato.

Agnolotti de cordeiro, padrão Fasano (achei ainda melhor) – Foto de Bruno Agostini

Felicidade é poder encontrar os dois pratos citados no cardápio desse restaurante serrano, ao lado de outras receitas bem sucedidas, como espaguete carbonara do almoço executivo, vendido a R$ 22. No menu regular, servido de noite e nos fins de semana  o agnolotti de cordeiro custa R$ 70, e  o ravióli de pato com molho de laranja R$ 65. Assim como no Fasano, as massas são abertas e recheadas na hora, o que faz toda a diferença. No início do ano, ao escolher um restaurante para a gente jantar, minha filha me disse, para meu orgulho, sobre o agnolotti de cordeiro:

– Pai, essa massa, junto com aquele agnolotti dal plin, do Eataly de Nova York, é o meu prato preferido do mundo, os dois mais gostosos que já comi na vida – afirmou, convicta, e menina de 13 anos.

Eu, assim como ela, gostei tanto que em menos de um ano já devo ter ido mais de 10 vezes. Cheguei a ir três dias seguidos, fato raro em minha vida. Durante todo o dia está em cartaz o cardápio regular,cujos destaques para mim são três massas: além do agnolotti e do ravióli, um corretíssimo fetuccine Alfredo (R$ 55). No menu executivo, com R$ 22 eu comemos um delicioso carbonara, desses que deixam lembranças. Vale frisar… a R$ 22.

Porção de queijos, com exemplar do Serro (MG) – Foto de Bruno Agostini

Na hora de escolher os vinhos, deixe a tarefa nas mãos do Caio, sommelier da casa, também responsável pela escolha e a maturação dos queijos. Há sempre coisas ótimas, como os produtos do Junior Barbosa, de Serro (MG). Não deixe de pedir uma peoção, na pré-sobremesa.

SERVIÇO
Burrata Empório & Bistrô: Av. Oliveira Botelho 499, 01, Alto, Teresópolis. Tel. (21) 2040-2956.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *