Pratos para finalizar em casa: na Quarentena restaurantes entregam receitas pré-preparadas

Não é exatamente uma novidade. Mas, sim, uma tendência. Pratos pré-preparados, entregues em casa para o as pessoas finalizarem. Já faz algum tempo que o Sabor D.O.C., de Marcelo Malta, entrega burgers quase prontos. Em pacotinhos, chegam a carne porcionada e já compactada em generoso disco redondo e alto; o pão, o queijo, o picles de pepino e a cebola cortadinha. Basta grelhar o hambúrguer  no ponto desejado, dar uma salgadinha, e montar o sanduíche.  Pedidos de terça a domingo, no 3088-8334, no 21-98012-7721(Whatsapp) ou pelo www.ifood.com.br.

Já faz tempo também que a Kuke faz o mesmo. São pelo menos seis kits, com os ingredientes e p passo-a-passo para o preparo em casa. Tem Arroz negro com legumes e amêndoas (R$ 49), orecchiette caprese com burrata (R$ 94), polvo à galega (R$ 96), risoni com cavaquinha (R$ 157), risoto de camarão ao limão siciliano (R$ 122) e cordeiro com purê de batata baroa (R$ 135) – preços para duas pessoas. Encomendas no site  https://www.kuke.com.br/ ou e-mail ([email protected]).

Carbonara – Foto de divulgação/ Tomás Rangel

#kitsdiprima. É esse o nome que a Prima Osteria & Bruscheteria deu aos seu cardápio que é enviado para a casa dos clientes. Uma opção é bruschetta de queijo de cabra, presunto de Parma e rúcula, carbonara: espaguete à carbonara e tiramisù clássico, com mascarpone, café, rum e cacau (R$ 250, com voucher de R$ 50 para quando a casa voltar a abrir) . Pode ser harmonizado com o espumante La Gioiosa Prosecco DOCG (R$ 75).

Bruschetta de tartare de salmão – Foto de divulgação/ Tomás Rangel

Tem também bruschetta de tartare de salão com limão siciliano e endro, risoto de camarão ao Prosecco, com cogumelos, ostras e páprica picante, tiramisú “Romeu e Julieta”, com mascarpone, goiabada, gim e amêndoas e uma garrafa de La Gioiosa, um espumante feito com a uva Prosecco. É tudo embalado a vácuo, e o menu para ser finalizado em casa no Dia dos Namorados custa R$ 280 (com voucher de R$ 50 para quando a casa voltar) pode ser encomendado até  11/6. Pedidos no 21-99723-2891.

Kit do Capim Santo – Foto de divulgação / Mario Rodrigues

Também no embalo do dia dos namorados, o restaurante Capim Santo, da chef Morena Leite, está com o menu ‘Cozinhe com seu amor’, composto por entrada e sobremesa que chegam prontas, e pratos principais para serem finalizados pelo casal. Para começar, churros de tapioca com vatapá de ostras. Para o prato principal,  boeuf bourguignon com purê de banana da terra ou salmão confitado com salada de erva doce e aspargos. A sobremesa é mousse de chocolate com geleia de pimenta e suspiro de manjericão. Para beber, tem vinho paulista, o muito bom Vale da Pedra Syrah, da Vinícola Guaspari (custa R$ 449). Pedidos no 3252-2528 e 21-98576-0606.

Costela do Azzul Colab – Reprodução do Facebook

O coletivo Azzul Colab tem entre os seus participantes o churrasqueiro Rafa Ramos, craque na defumação de carnes, e tudo o que envolve brasa, lenha e fumaça. Sua costela bovina passa por 12 horas de defumação em lenha de macieira, e chega em casa embalada a vácuo. Na hora da fome, basta esquentar em banho-maria. Para acompanhar, salada de milho cremoso com bacon, creme de espinafre, farofa, batata assada, com alho confit e ervas, vegetais e cogumelos Paris grelhados. Também tem hambúrguer, com esquema igual ao Sabor D.O.C., só que com queijo, bacon e aioli. Pedidos no WhatsApp (21) 99485-1674 ou Instagram (@azzul_colab).

O kit do Bar Kalango – Reprodução do Facebook

Já a chef Katia Barbosa, do Aconchego Carioca e do Bar Kalango, aposta nesse serviço. Os pratos de seus dois restaurantes chegam embalados a vácuo, com folheto que explica como esquentar – e a validade é de três dias na geladeira e de três meses no freezer.  Tem vatapá, copa-lombo de porco e a melhor rabanada do planeta, de broa de milho com doce de leite. Pedidos no 2273-1035 (Aconchego) e 2502-8218.

Nunca foi tão fácil “cozinhar” em casa.

* Este texto foi escrito originalmente para a página do facebook Quarentenanews (aos sábados ou domingos, estou lá, semanalmente).

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *