Braseiro no salão é um trunfo do Royal Grill, clássica churrascaria carioca

O filé de costela: fatiado na mesa e finalizando na churrasqueira – Foto de Bruno Agostini®
Ontem jantei no Royal Grill, no CasaShopping, e saí extremamente feliz e satisfeito. Muito alto nível a carne.
Pedi, por sugestão do maître, o filé de costela, que pode ser chamado de prime rib e tomahawk.
O lugar é um clássico do Rio, e trouxe novidades pra cidade, quando abriu as portas em 1985. Era tudo mato na Barra.
Assim, o arroz Biro-Biro ou maluco e o palmito fresco assado foram incorporados aos menus clássicos das churrascarias cariocas. Também passaram a servir picanha fatiada. Os três ainda são alguns dos mais pedidos nesses quase 40 anos de história.
Outra marca do local, que vai aumentar de tamanho, ampliando o salão principal, são as churrasqueiras espalhadas pela casa, onde os garçons finalizam alguns cortes, como foi o caso de minha generosa peça de angus, que serve bem duas pessoas.
Biro-Biro: arroz, ovo, bacon, batata pala e cheiro verde – Foto de Bruno Agostini®
E o arroz maluco, finalizando à mesa, escoltou muito bem, e uma farofinha sempre é guarnição perfeita pra carne, mas o mundo ainda não descobriu isso.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.