Retrato de um Prato: o bacalhau à Brás da Sardinha Taberna

Perfeita harmonia de bacalhau, cebola, batata palha e ovo – Foto de Bruno Agostini®

Pensa comigo se tem como dar errado.

Pegue uma bela posta de bacalhau desfiado, tudo salteado com cebola em boa quantidade, alho, pimenta-do-reino, noz-moscada. Na hora de servir, para não amolecer, misture batata palha, coloque na forma redonda e acomode uma gema de ovo.
Pronto, esta é a versão do bacalhau à Brás da Sardinha Taberna, no Leblon, uma das belas novidades de 2021. Salsinha esverdeia e tempera. Sem azeitonas.
Além de lindo, incluindo a louça, o prato é hoje a minha pedida preferida nesta tasca luso-carioca. Claro que eu rego com a boa pimenta da casa, que está melhor agora depois de algum tempo curtindo.

Sobre esta casa, portuguesa, com certeza, e que eu adoro, eu escrevi mais cedo: ” A gastrononia popular do Rio se confunde com a gastronomia típica de Portugal.

Bares tradicionais com cardápio português são a cara do Rio. Inaugurada no ano passado, a Sardinha Taberna, no Leblon, segue essa linhagem luso-carioca, mas num ambiente moderno e aconchegante.
O cardápio traz bolinhos de bacalhau e de alheiras, lulinhas e manjubinhas fritas, prego no pão (sanduíche de filé com queijo), espetada de tamboril, camarões à Bulhões Pato, e polvo com batatas ao murro. Entre os pratos principais, um lindo bacalhau à Brás, coroado com gema de ovo.
Para tudo ficar melhor, só mesmo pedindo um balde cheio de gelo com Quinta da Lixa. Ainda mais neste verão calorento.
Aí, você decide se vai de Guigas (branco ou rosé) ou de Compromisso Loureiro.
Porque eles nasceram uns para os outros.”
É isso aí.
Se ainda não foi, vá.
Vai por mim.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.