Cerveja de Bandeja: Bora BBQ, no Cadeg, serve carnes no estilo americano com Antuérpia jorrando das torneiras

NE IPA, direto de Juiz de Fora para Benfica – Foto de Bruno Agostini®

A impressão que dá é que em dezembro todo mundo vai ao Cadeg para comprar bacalhau e outros itens para as ceias de Ano Novo.

Se você também teve essa brilhante ideia, já os que os preços compensam uma ida até lá, eu tenho uma dica.
Poderia indicar o Barsa com seu menu bem bolado do chef Marcelo Barcellos, lembrando que as sextas andam animadas ali na Rua 4. Há cerca de três meses começou a rolar uma combinação que o carioca adora: roda de samba e feijoada, além de uns petiscos espertos de botequim, como as bruschettas de chouriço português ou a cumbuca de polenta com ragu de rabada.
Poderia, ainda, sugerir um almoço na Gruta do Bacalhau, onde comi o melhor bolinho de bacalhau desta cidade, recheado com queijo de ovelha, além de sardinhas e alheiras, entre outras decisões acertadas, como o lombo de bacalhau na telha e o com natas, que participaram do festival dedicado ao peixe, em novembro passado.
Poderia, quem sabe, lembrar que no fim da manhã de sábado, no Cantinho das Concertinas, acontece uma pitoresca festa portuguesa, ao som de música típica do Minho, muito Vinho Verde e bacalhau e sardinha na brasa. Uma farra, programa tradicional da comunidade lusitana que predomina em Benfica e adjacências.
Dois clássicos das antigas, o Corujão e o Poleiro do Galeto, ambos na Avenida Central, também estão lá, firmes e fortes, com seus cardápios bem raiz, fartos e com bons preços ()tem cabrito sexta no Poleiro.
São 8 torneiras com a linha da Antuérpia plugada – Foto de Bruno Agostini®
Tudo isso eu recomendo com entusiasmo, bem como o programa vadio de perambular pelo Cadeg, seja comprando bons ingredientes com os melhores preços como também vinhos e outras bebidas, além de quinquilharias de cozinha, flores, artigos de candomblé, produtos nordestinos ou uniformes de brigada – tem tudo lá.
Bom… ainda tem o Adonis, quase que um anexo do Cadeg, um dos melhores bares do Rio, que ficou ainda melhor na gestão de João Paulo, ex-Antiquarius, que assumiu a casa, manteve o que era bom e trouxe um monte de novidades, desde o serviço até o menu (e conseguiu resgatar, olha só, a serpentina da antiga chopeira, de cobre, que havia sido roubada durante o fechamento da casa). Aliás… o Velho Adonis, como o novo foi rebatizado, merece um post à parte: é um monumento da cultura gastronômica do Rio, e o João – cearense – é um patrimônio da cidade.
Também tem latas da marca mineira que tem forte atuação no mercado carioca – Foto de Bruno Agostini®
Mas, voltemos ao início de tudo. Eu poderia indicar todos esses lugares, e ainda o Empório Gourmet Show (de volta ao Cadeg, na Avenida Central), mas hoje eu vou indicar um bar que ainda é quase um segredo, e que merece ser desvendado: O Bora BBQ.
Esta birosca cervejeira que serve quase toda a respeitável linha da Antuérpia on tap tem menu churrasqueiro de inspiração americana, como sugere o menu.
Das torneiras jorram uma bem feita família de IPAs das mais diversas vertentes, com três exemplares.
E das churrasqueiras, a carvão ou pit smoke (sob os cuidados dos chefs Diogo Odilon e Aninha Carbonell), saem cortes ianques, como costelinha BBQ, brisket e prime rib de porco, além de shoulder tender e  Denver steak, mas também tem a brasileiríssima picanha e também o platense bife de chorizo.
A carta de cervejas on tap – Foto de Bruno Agostini®
Mas vou dar a pala, como se dizia: o menu executivo é uma ótima pedida, com pratos a R$ 27,90. Quarta tem arroz caldoso de pulled pork, enquanto na quinta a mesma carne suína é servida como escondidinho.
Bem, é isso… escrevi para caralho sobre o Cadeg, este lugar que adoro, só para dar esta dica: o Bora BBQ é muito bacana. Bora lá?
SERVIÇO
Bora BBQ – Cadeg, Rua Capitão Félix 11, Benfica (Rua 15, loja 8, 2º andar. Tel.: 97276-4313. Fecha às segundas. Instagram: @borabbqcadeg
Siga também: @menu_agostini
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.