Mercearia da Praça: restaurante português com DNA de boteco carioca

O polvo crocante, finalizado com azeite e alho: com mais azeite e um pouco de pimenta, por favor – Foto de Bruno Agostini®

Os armazéns de secos e molhados estão na origem da tradição carioca dos botequins. Eram quase que em sua totalidade administrados por imigrantes portugueses.

Venda, empório, mercearia… tanto faz. O DNA dos botecos do Rio, e seus mais tradicionais restaurantes, é este.
O lugar é um misto de empório e restaurante – Foto de Bruno Agostini®
Mercearia da Praça, em Ipanema, revive essa história.
Pastéis de nata reluzem na vitrine – Foto de divulgação®
De um lado, um mercadinho, com conservas as mais variadas, queijos e embutidos, e toda a sorte de bebidas, com destaque para a carta de vinhos, que lista quase mil rótulos – a esmagadora maioria de Portugal. Inclui tentadora vitrine de doces, com reluzentes pastéis de nata.
O lugar tem quase mil rótulos de vinho, grande maioria de Portugal – Foto de divulgação®
Os azulejos azuis e brancos da logomarca e o menu reforçam: esta é uma casa portuguesa, com certeza.
E, como qualquer outra casa portuguesa, esta também tem Quinta da Lixa.
O Guigas é um vinho muito bom para o menu deste restaurante, cujo serviço é liderado por dois craques no assunto: o experiente Ezequias Almeida e seu pupilo, o jovem e estudioso Leandro Souza.
Punheta de bacalhau com Guigas branco: escolha certeira – Foto de Bruno Agostini®
Para começar, que tal harmoniza o Guigas branco com o trio portuga, que traz croquete de alheira e bolinhos de bacalhau (são dois, um com e outro sem queijo de ovelha). Boa pedida para o vinho, ainda entre os petiscos, é a punheta de bacalhau.
Já o Compromisso, 100% Loureiro, vai ser a melhor companhia para o polvo, delicioso, com alho tostado e tentáculos crocantes. Com um toque de limão siciliano, no cítrica e perfumada que encontramos neste vinho elegante, fica ainda melhor. Com azeite e pimenta fixa ainda melhor.
Bacalhau com gambas do chef: servido com camarões e palha de batata-doce – Foto de divulgação®
Por fim, um prato de bacalhau. Aí, pode ir sem medo na Linha Morgado da Vila. Seja o corte de Trajadura, Arinto e Loureiro, o Escolha, seja o Alvarinho 100%.
Para encerrar, a rabada dos sonhos faz jus ao nome. É de brioche, recheada de creme de confeiteiro.
Que delícia de lugar é essa Mercearia da Praça!
SERVIÇO
Mercearia da Praça: Rua Jangadeiros 28 (Praça General Osório), Ipanema. Tel.: 3986-1400.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.