Herr Pfeffer é eleito o melhor Bar de Cervejas do Rio: Prêmio Época 2016

A imperdível e apimentada linguiça da diretoria – Foto de Bruno Agostini

O Herr Pfeffer, dos mesmos donos da Adega do Pimenta, é um pequeno restaurante alemão, com uma dúzia de mesas espalhadas pelo salão e a calçada da rua Conde Bernardote, no Leblon. Além de servir uma comida germânica de excelência, com rigor na escolha dos ingredientes (prove os patês e embutidos artesanais, de um produtor artesanal de Mendes, no interior do Estado) e segurança no preparo dos pratos, a casa se tornou ponto de peregrinação dos cervejeiros cariocas, graças a Fábio Santos, sócio, que cuida da operação, e escolhe as cervejas pessoalmente. Um dos maiores conhecedores e entusiastas do assunto no Brasil, não faz concessões: enche as suas geladeiras apenas com o que há de melhor, entre brasileiras e importadas.

Noi Fiorella APA: acompanha bem – Foto de Bruno Agostini

“Aqui não quero ter a maior carta do Rio. Temos grande variedade e quantidade, mas o mais importante é a qualidade. Tenho que provar e aprovar”, costuma dizer Fábio que – além da carta de cervejas regular do restaurante, tem sempre novidades e lotes em edição limitada, que ficam expostas à porta. Assim, quando estilo começa a fazer sucesso no mercado, encontramos ali antes dos outros lugares, os seus mais novos representantes. Foi assim como a IPA, com as sours e com as saisons, e como acontece agora com as chamadas  New England IPA, o estilo da vez, que promete fazer sucesso neste verão, por suas características suculentas e refrescantes. Pode ir lá no Herr Peffer que vai ter. E vai acompanhar muito bem o menu alemão, com suas salsichas, kasslers, eisbeins, mostardas e croquetes. Além da seleção de cervejas, a casa trabalha com alguns chopes. Sempre tem Paulaner, além de mais duas variedades, quase sempre de cervejarias nacionais, com lançamentos e pequenos lotes.

* Texto escrito para a Revista do Prêmio Época de 2016, redigida, coordenada e editada por Bruno Agostini.

SERVIÇO
Herr Pfeffer – Rua Conde Bernadotte 26, Leblon. Tel. 2239-9673. De seg. a ter., de 12h à meia-noite; de qua. a sáb., de 12h às 2h; dom, de 12h à meia-noite.  herrpfeffer.com.br

 

2 commentários
  1. Boa noite Bruno. Não conheço o Herr Pfeffer do Leblon, só o da Praça Tiradentes. Não lembro mais de quais chopes provei, mas todos eram excelentes. Os patês também foram de primeira, mas não tinha a morcela . Pena. Mas.irei experimentar o do Leblon.
    Meu critério de escolher um restaurante alemão é que ele não se resuma a salsichas, frios, kassler e Einstein. Isso é um aspecto apenas da comida alemã. Tem de ter Labskaus, Ente mim Rotkohl, Koenigsberger Klopse, Sauerbraten, etc. Dentro deste critério, variedade x mesmice, quero lembrar excelentes restaurantes alemães que frequentei, e que infelizmente fecharam Zur Sonne, na Serrinha, entre Penedo e Visconde de Mauá. Bauernstube , nas imediações da Praça da Liberdade em Petrópolis. Margô em Teresópolis (maravilhoso), Ficha na Teófilo Otoni no centro carioca, Gasthaus (inicialmente na 7 de Setembro e depois.na Mayrink Veiga) e o melhor alemão que o Rio.já teve, Der Löwe des Bayern (O Leão da Baviera). Seu presunto Tender assado no vinho branco e sua torta de café com frutas cristalizadas e rum ficarão para sempre em minha memória. De alguns anos para cá o Landhaus, na rua Geremario Dantas, na Pechincha em Jacarepaguá, era considerado o melhor do Rio. Nunca fui, e nunca irei, pois a proprietária, Dona Érika, faleceu em março e não sei se reabrirá. Até julho a chef ainda estava entregando quentinhas na região. E hoje, onde comer a verdadeira comida alemã? Em 2 restaurantes de Nova Friburgo: o Bräun und Brun e o Burgomestre. O primeiro fica.no Mury, muito agradável, bom.preço e mais de 100 rótulos de cerveja. Mas o Burgomestre,no bairro do Cônego, é o.melhor do Estado. Não tem garçom. Você é atendido pelo dono, que explica que o cardápio é de receitas do século 19. Pratos para 2.pessoas. ganso ou marreco recheados, salada de batatas deliciosa, Eisbein assado na espuma de cerveja, Coelho no vinho branco, Sauerbraten, Pato com repolho roxo e purê de maçã. Tudo delicioso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *